terça-feira, setembro 04, 2007

Esterilização – Porquê?!!

Esta é uma pergunta que qualquer dono de um animal de companhia coloca. Existem numerosas razões para o fazermos, a mais importante é que o seu animal viverá uma vida mais longa e saudável.
Uma das razões é ajudarmos activamente a reduzir o número de animais abandonados e mal tratados no nosso país. Claro que se formos donos responsáveis não abandonaremos os filhotes mas será que os donos dos filhotes serão responsáveis? Se o objectivo é ter um filhote, porque não adoptar um dos muitos que estão abandonados e precisam de uma casa? Sabia que cada casal de gatos ou cães pode originar em 10 anos 80 399 780 descendentes... E já pensou que um macho pode fecundar mais do que uma fêmea por dia...
Mas para além desta razão existem outras que afectam directamente o seu animal de estimação:
- Aumenta a esperança de vida do seu animal
- Previne doenças (reprodutivas, tumores mamários, pseudogestações, problemas prostáticos...)
- Previne problemas comportamentais (agressividade, destruição...)
- Previne acidentes (fugas, atropelamentos, quedas, lutas...)
- Previne o stress da época reprodutiva (depressão, agitação, falta de apetite, vocalizações...)
- No caso das fêmeas acaba definitivamente o cio e todos os problemas inerentes (sangramento nas cadelas, vocalizações incessantes nas gatas)
- Nos machos diminui a frequência da marcação de território
- Menor probabilidade de contrair doenças infecciosas (FIV, FeLV, Sarcoma de Sticker...)
- Menor probabilidade de transmissão de doenças genéticas.
Claro que o investimento monetário é uma forte determinante mas já pensou no custo dos anticoncepcionais a longo prazo, no custo de uma ninhada, no custo de uma cesariana, no custo do tratamento de um animal mordido ou atropelado? E os efeitos secundários dos anticoncepcionais a longo prazo e custo dos respectivos tratamentos?
Existem muitos mitos relacionados com a esterilização. A obesidade é uma delas. Qualquer animal que seja inadequadamente alimentado será obeso, esterilizado ou não. Também não existe qualquer benefício para a fêmea em ter ninhadas. Além disso, não existe alteração da personalidade do seu animal. Claro que ele poderá tornar-se um animal mais sereno devido à ausência de stress na época de reprodução o que também o tornará um animal de companhia mais afectuoso e atento ao dono. O seu animal de estimação poderá ser esterilizado em qualquer idade mas quanto mais cedo mais benefícios obterá na sua saúde, por exemplo, se a sua fêmea for esterilizada antes do primeiro cio reduz a probabilidade de vir a padecer de tumor mamário em quase 99%. Para além disso haverá mais segurança na anestesia e a cicatrização será mais rápida. A esterilização é realizada em anestesia geral e são fornecidos analgésicos para o período pós-cirurgico, assim, dependendo do animal, em 24-48h restabelecerá a sua actividade normal.
Esterilizar o seu animal de companhia é um acto de amor, de consciência e de cidadania.
Pense nos inúmeros benefícios e reduzidos riscos e decida. Se permanecer com dúvidas não hesite em contactar o seu médico veterinário assistente.

Clínica Veterinária Planeta Animal – Rua Padre José Maria Taborda 8
Telefone/Fax: 234 316 870 Urgências: 919 930 093



2 comentários:

Leane disse...

Amigos dos Animais,
É verdade a esterilização é muito importante, tenho animais, de várias especies desde que sou gente e há alguns anos tive uma cadela, que não estava esterilizada e que nunca procriou, resultado teve um tumor mamário muito complicado e o seu fim acabou por ter que ser a eutanásia. Foi um momento horrível, nunca tinha passado por isso e não queria tomar essa medida, mas ela começou a sofrer muito e queixava-se com dores dia e noite, era a única solução. Tive que deixar ir uma grande amiga. Dois meses após a sua morte acolhi duas cadelinhas abandonadas e a primeira coisa que fiz aos seis meses foi a esterilização. Não tenham receio é o melhor para os nossos amigos, eles agradecem.

Anónimo disse...

Tirando o facto de aumentar a esperança de vida (algo duvidoso e sem fundamento científico), os únicos benefícios que vejo são para os humanos que querem um boneco em vez de um animal a sério. Quem gosta de animais não se importa com os miados na altura do cio ou outras coisas do género. Em animais de rua percebo o porquê das esterlizações, mas parece-me que há por aí muita gente que diz gostar de animais mas depois o que quer é boneco quietos e calados, se não está disposto a aceitar o que lhes é inerente.

- Rui Dias